Todo mundo se assusta ao ouvir falar em swing. Em pleno século XXI, as pessoas ainda estão muito reprimidas sexualmente, e algumas recriminam essa prática que pro conhecimento de vocês, já esta sendo bem praticada.

Eu e meu companheiro já fomos algumas vezes, tentamos mergulhar nesse mundo obscuro, mas confesso não ter dado certo e logo saímos, conto isso outro dia.

Hoje, vou dar algumas dicas sobre como agir num ambiente como esse, que muita gente tem vontade de ir, mas recriminam por pensar no que os outros vão achar. Apesar da minha relação com o swing não ter dado certo, eu recomendo aos casais que querem apimentar a relação, não é preciso fazer nada, somente ir para ver o que os outros fazem, já é muito válido aos olhos e aos nossos desejos aquecem bem nossas fantasias, o swing é muito afrodisíaco. Agora vamos as dicas.

Dicas para casais no swing

1) Como em qualquer lugar, restaurante, bar, shopping até sua casa mesmo, a casa de swing também tem suas regras no sexo. Apesar de ser realmente uma balada bem mais liberal do que uma balada comum na casa swing tem alguns locais em que homens não entram sozinhos, ou até casais mesmo, não podem adentrar se as portas estiverem fechadas.

2) Depende da casa, em algumas homens solteiros nem entram, nem pra curtir, já outras isso é permitido apesar da entrada de solteiros costumar ser muito mais cara do que de casal. Vale conferir as regras da casa que pretende ir, para evitar situações chatas e constrangedoras.

3) Apesar da maioria das coisas dentro da casa de swing serem permitidas, nenhuma delas é obrigatória. Não é porque foi a uma casa de swing, que precisa transar lá dentro, ou sair trocando de casais com todos que aparecerem. Ninguém é obrigado a nada, vocês podem ir somente para ver o show de stripper e para assistir a folia sexual dos “amigos”.

4) A maioria das casas de swing, tem locais privados e não privados. Aí vai do gosto de cada um.

5) Os locais privados costumam ser quartos como de motel e você pode ou não fechar a porta, sabendo que se não fechar alguém pode adentrar lá e ver a folia de vocês.

6) Os locais não privados, são exatamente para a prática de exibição, onde os casais praticam sexo explícito para quem quiser ver. Como disse antes, ninguém é obrigado a nada, inclusive não precisa ficar sem roupas, nem se for de fato “festejar”.

7) Não precisar ficar com medo de ser “encoxado” a qualquer momento, ninguém faz isso lá. Quando alguém quizer vocês, irão iniciar um papo ou aquele velho truque da troca de olhares, que sempre funciona. Já na hora da folia, uma leve carícia sempre rola, o que indica que estão lhes chamando para festejar com eles cabe a vocês, aceitar ou não.

8) Ninguém costuma ser inconveniente (pelo menos nunca foram comigo) mas se por ventura encontrar alguém nesse perfil, as casas de Swing, tem vários seguranças, que estão a disposição caso seja necessário.

9) Quando você e seu parceiro se propõe a ir em um ambiente como esse, uma dica de ouro é conversarem muito sobre o assunto, e sobre o que vão ou não vão fazer lá. Expor os limites de cada um é muito importante, para evitar problemas futuros.

10) Ciúmes sempre podem ocorrer! Por isso é muito importante conversarem antes para expor os limites de cada um, sou sincera em dizer que não tem como não sentir ciúmes.

Muitas mulheres que parecem capa de revista, e homens saradíssimos, o ciume é inevitável, conversem! Isso é fundamental, e se o ciúme não for suportável, vão para algum local reservado, e diga o que está incomodando e tentem ficar bem. O swing é para ser um algo a mais na relação do casal e não algo a menos. Precisa ser saudável para ser gostoso.

Experiências… vocês vão ver de tudo e mais um pouco nesse mundo. O swing não se resume somente na troca de casais, cada um gosta de algo mais louco que o outro, coisas até que aposto que você nunca ouviu nem falar. Caso vocês vejam algo que chamem atenção, aconselho a conversarem e quem sabe experimentar. Caso não seja bom, não façam novamente. E caso seja …. se esbaldem!

Já disse anteriormente! O swing é para ser algo a mais na relação. Vocês não podem esquecer do casal e do tesão que proporcionam ao outro. É muito válido ás vezes ficar um tempo sem ir, e dar valor a relação de vocês. Carinho, beijo, sexo e fantasias  de todo o tipo para o casal.

Por último e não menos importante! Use camisinha!!! Apesar da maioria das pessoas serem lindas e cheirosas no swing ou em qualquer outra balada, não vem escrito na cara de ninguém o que aquela pessoa já passou, por isso, nunca vacile! Use camisinha sempre!

Leave a Reply

*